Blog

Ainda usas LIXÍVIA, para quê?!

Ainda usas LIXÍVIA, para quê?!

É um perigo para a tua família e ambiente! 

Mostramos-te como tirar bolores e deixar as superfícies brancas de forma eco-consciente.

 

Seguem aqui 5 razões para deixares de usar lixívia e as alternativas sustentáveis e eco-friendly da Inokem: 

1. É extremamente nocivo para a saúde

Já se conhece os malefícios que a lixívia tem para a nossa saúde, no entanto, grande parte das pessoas continua a utilizá-la nas limpezas por qualquer razão que não se conhece muito bem… Existem casos de intoxicação por uso indevido da lixívia: os vapores que liberta, podem despoletar alergias e outros problemas respiratórios agudos. Para não falar das misturas com vários detergentes ou até com água quente - isto que gera um efeito de aerossol de vapores tóxicos!

A lixívia é um dos produtos mais usados e confiados na limpeza, muito erradamente. É mais conhecido pela capacidade de branquear a roupa, ajudar na remoção de mofo e bolor na casa de banho e como desinfetante. No entanto, para essas finalidades, trazem um conjunto de efeitos colaterais negativos e riscos potenciais que põem em causa o benefício versus o custo para a saúde de quem aplica. Felizmente, hoje em dia, já existem alternativas mais seguras para humanos e ambiente e com uma eficácia muito superior à lixívia!

Quando verificares os rótulos dos teus produtos de limpeza, ficarás surpreendido com a quantidade desses produtos que contêm lixívia (derivados do cloro). Muitas pessoas usam lixívia sem sequer conhecer os efeitos altamente prejudiciais que podem trazer a alguém exposto.

O cloro ativo do Hipoclorito de Sódio (substância activa presente em lixívias e outros produtos derivados das mesmas) quando misturado com outros produtos, designadamente ácidos e amoníacos, libertam o cloro. Este gás (cloro), pode matar literalmente uma pessoa e por isso é necessário ter atenção ao utilizar lixívias em espaços fechados ou com pouco arejamento. A gravidade da intoxicação aguda depende da concentração deste gás na atmosfera e das características da pessoa - como a idade (as crianças são mais vulneráveis), e se a mesma é portadora de doença grave, em especial do tipo respiratória ou cardíaca. As lesões iniciais do uso indevido deste “branqueador”, começam por ao nível das vias respiratórias – irritação dos nariz e da garganta, e dificuldade respiratória de intensidade variável (asma), provocando na maior parte dos casos náuseas e vómitos. Aumentando a concentração ou o tempo de inalação, a situação pode evoluir para um edema do pulmão e, em última análise, à morte.

Os detergentes Inokem são 100% seguros para a nossa saúde e dos animais! Grande parte da nossa gama tem opções sem cheiro e são todos formulados com base em matérias-primas naturais e seguras para evitar alergias e promover o conforto na hora da limpeza.

 

2. Pode causar queimaduras na pele

É um produto com um pH muito elevado e por isso mesmo, é preciso ter muito cuidado quando utilizado. Se ainda não queres prescindir da lixívia, ao menos protege as mãos com luvas e tem consciência de todos os riscos inerentes à sua utilização. 

Com os detergentes Inokem, na sua diluição prontos a utilizar, são totalmente seguros para manusear sem luvas, pois não contém componentes agressivos para a pele. Todavia, é recomendado o uso de luvas como precaução. É como a pessoa se sentir mais confortável ;)

 

3. A Lixívia até desinfeta, mas não limpa…

E porque não utilizar nas tuas limpezas produtos que tenham esta dupla ação (limpeza e desinfeção)? Gastarás menos dinheiro e terás menos produtos em casa. 

“Sabemos que a lixívia é um bom desinfetante. Todavia, há “abusos”, em especial a nível doméstico. Um dos exemplos, é na “desinfeção” das sanitas, um conceito que não devia existir. “A sanita é para ser limpa, e não desinfetada”, refere, frisando que a limpeza deve ser feita com água e sabão, ou detergentes. 

Uma das exceções desta “regra” acontece, por exemplo, em casos como a limpeza de pavimentos conspurcados com dejetos de animais. Por outro lado, diz que “não se deve nunca, mas nunca, misturar lixívia com produto nenhum”, salientando que esta é a forma de uso mais grave, devido à libertação de cloro.  

Médico especializado em Medicina do Trabalho, Rui Silva 

Para saber mais: https://www.iasaude.pt/index.php/informacao-documentacao/comunicacao-social/recortes-de-imprensa/3045-lixivia-pode-matar

A Inokem dispõe de produtos com mega versatilidade: 2 em 1; 3 em 1; até 5 em 1! Nomeadamente, o nosso Bio Clean, o Power e o Bluebac (que são apenas alguns exemplos de muitos) limpam e desinfetam ao mesmo tempo. Esta mais valia é uma das características que os torna tão eficazes, não necessitando de produtos adicionais.

 

4. Causa danos em vários tipos de materiais

A utilização de lixívia em certos materiais pode danificar com o tempo. Pode parecer que branqueia à primeira, mas na verdade está a corroer o material. Apresentamos alguns exemplos tirados de um artigo do site https://www.dnoticias.pt/ :

  • Cerâmicas e louças: danifica o material tornando-o frágeis e porosos;
  • Inox, cromados e vidros: pode degradar com facilidade e propicia a acumulação de limestone (cálcio e sílicas);
  • É corrosivo para alguns tipos de metais quando em altas concentrações;
  • Cria riscos adicionais quando derramado acidentalmente em superfícies nobres (alcatifas e outros tipos de pavimento);
  • Não é compatível com outros tipos de agentes branqueadores pois pode originar reações violentas!

É muito importante respeitar os detergentes, com isto queremos dizer que não se deve fazer mistura de produtos “assim funciona melhor”, não! Não é verdade, os detergentes são formulados para serem eficazes por eles próprios, misturar pode causar reações perigosas. 

O Bio Clean e o Eco Glass, apenas como exemplos, são de pH neutro. São detergentes que não afetam as superfícies, não são corrosivos, limpam o que têm a limpar sem deixar manchas. E caso salpique para a roupa também não faz mal! 

 

5. Impacto ambiental negativo

A lixívia é barata e por ser um forte desinfetante, as pessoas acham que é eficiente. Mas será que vale a pena utilizar algo que pode ter tantos riscos para a nossa saúde e ambiente quando já existem outras soluções mais eficientes e sem riscos? 

O uso excessivo ou muito concentrado leva à poluição do meio ambiente e afeta o equilíbrio ecológico. Muitas vezes o problema está na reação química que o produto pode sofrer ao entrar em contato com outras substâncias. Estas reações podem ter consequências como a liberação de compostos tóxicos que prejudicam o meio ambiente e em particular os corpos de água.

Mais uma vez referimos: os produtos Inokem são 100% biodegradáveis, seguros para as pessoas, animais e meio ambiente. Com os nossos produtos não há nada a temer!

  

 

As alternativas da Inokem à lixívia

Não é para nos gabar, mas temos as melhores alternativas do mercado em termos de eficácia, segurança, sustentabilidade e poupança!

Eco Glass

O Limpa vidros que remove bolores e calcários

Só a lixívia é que retira os bolores?! Enganas-te! Esta solução sem cheiro e biodegradável não danifica nem o vidro, nem o alumínio, plásticos nem paredes com tintas laváveis, elimina a sujidade em profundidade, assim como o calcário e bolores de paredes e vidros! Uau!

Bio Clean

O mega multiusos neutro

Já te deves ter fartado de tanto falarmos do famoso Bio Clean, mas ele é a ESTRELA! Apenas 0,17€ limpa, desodoriza e desinfeta, ainda queres mais? Bem… só para acrescentar que este remove bolores sazonais.  E é o melhor amigo do Eco Glass no que toca a limpeza de bolores nas paredes! Segue-nos nas redes sociais e surpreende-te com a eficácia e rapidez na limpeza destes dois produtos. 
No nosso Instagram @inokem.pt encontras imensas informações sobre os nossos produtos, assim como avaliações de clientes e vídeos exemplificativos.

 

Já conheces o Kit Bolores Total?

Com apenas 2 produtos, garantes a remoção dos bolores nas paredes e desinfeção para que não volte a aparecer! Sabe mais aqui.

E agora, ainda achas que precisas de lixívia? 

 


×